HARRY E MEGHAN MARKLE QUEREM REGISTAR A MARCA SUSSEX ROYAL GLOBALMENTE, TORNANDO-A TAMBÉM COMERCIAL, E QUE INCLUA UMA GRANDE VARIEDADE DE ARTIGOS E PROJETOS, COMO VESTUÁRIO, ARTIGOS DE PAPELARIA, A ANGARIAÇÃO DE FUNDOS E DONATIVOS E A ADMINISTRAÇÃO DE “GRUPOS DE APOIO EMOCIONAL”, POR EXEMPLO.

Este pedido foi apresentado ao Instituto em dezembro do ano passado, em nome da sua nova fundação, a Sussex Royal the Foundation of the Duke and Duchess of Sussex, e pretende cobrir a Austrália, o Canadá, a União Europeia e os EUA.

Em junho do ano passado, já tinha sido feito um pedido de registo da marca, publicado no site oficial deste órgão governamental em dezembro.

Isto acontece depois de, na última quarta-feira, dia 8 de janeiro, os Duques de Sussex terem anunciado o afastamento dos seus deveres como parte da família real britânica. No comunicado oficial, partilhado no Instagram, pode ler-se que Harry e Meghan pretendem “recuar como membros seniores da família real e trabalhar” para se tornarem financeiramente independentes, enquanto continuam “a apoiar totalmente Sua Majestade a Rainha”. Além disso, é referido que o casal se sente totalmente preparado para tomar esta decisão.

Fonte:

https://visao.sapo.pt/atualidade/sociedade/2020-01-13-harry-e-meghan-markle-querem-registar-a-sua-marca-internacionalmente/